Como fazer uma Landing Page atrativa - Método 7x7


Postado em 30/04/2015 por Conteúdo e Cia

É consenso na área de e-commerce e marketing digital que uma boa landing page pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso de uma campanha. 

Se você quer criar uma landing page atrativa, siga o Método 7×7, que vamos descrever abaixo. Mas antes, é importante você saber direitinho o que é uma landing page e quais são os elementos que compõem uma landing page atrativa.

O que é uma landing page

O termo landing page é utilizado como referência a uma página de entrada ou página de destino. Landing page é a página por onde o visitante chega a um site quando clica em um resultado de busca ou em um anúncio de banner ou links patrocinados. Ela também pode ser chamada de lead page quando seu objetivo é captar leads. Toda landing page tem o objetivo de converter um lead, seja por comprar um produto, registrar-se em uma newsletter, baixar uma isca digital, ouvir um webinar, etc.

De nada adianta promover uma campanha impecável se seu usuário chega em uma página repleta de informações, onde não encontra o que deseja rapidamente e explicitamente. Ele irá fechar o site e buscar algo nos concorrentes que seja mais simples e direto. Por isto, uma landing page atrativa precisa conter alguns elementos essenciais. Vamos a eles:

Elementos de uma landing page atrativa

1. Título

As landing pages precisam identificar claramente do que se trata sua campanha. Por isso, elas precisam de um título chamativo e objetivo. Lembre-se que a logo e o nome de sua empresa não são títulos. 

2. Imagem do produto/serviço oferecido

É preciso ilustrar de uma maneira agradável seu produto. Se for um e-book, capriche na capa! Seu produto/serviço precisa agradar aos olhos do consumidor. De nada adianta ter uma lead page atrativa se a imagem já peca por resolução, qualidade e design. 

3. Call to action

Se ainda não está familiarizado com o termo, "call to action" significa "chamada para ação" em inglês e são aquelas palavras que induzirão o potencial cliente a realizar a ação por você desejada, como comprar um produto, cadastrar-se na newsletters, ou baixar um e-book. No geral, o call to action vem acompanhado de um botão grande e visível, com cores diferenciadas, para chamar atenção mesmo. "Compre agora", "Clique aqui para baixar", "Registre-se grátis aqui", "Aprenda já", "Não quero perder a promoção", "Teste por 10 dias grátis", são os termos mais comuns. Seja criativo na hora de criar um call to action e bem claro na mensagem.

4. Lista de beneficios

É importante seu potencial consumidor ver valor naquilo que está comprando, baixando e irá receber. Assim, crie uma relação resumida e clara, respondendo a pergunta: por que eu deveria comprar, registrar, baixar, ver, ...isto. O que irei aprender e ganhar? 

5. Depoimentos

Muitos estudos demonstram que mais de 70% dos compradores online leem as opiniões de outros consumidores antes de decidir pela compra. Ou seja, a grande maioria dos consumidores são influenciados por outros consumidores. Assim, ter depoimentos na sua landing page torna-a com maior credibilidade. A isto chamamos de Credibilidade Social, que se baseia no fator “eu também”. 

6. Rede de opções

Ao final da landing page, quando tudo ficaria em branco, é possível criar uma rede de opções, ou seja, dar alternativas ao cliente que não queira realizar aquela ação e não perder a conversão, como: 

- Compartilhar uma informação nas redes sociais. 
- Fazer uma simulação grátis naquele momento.
- Deixar dados para receber mais informações.
- Acessar um chat para tirar dúvidas.

Ou ainda apresentar informações extras, como maiores detalhes da segurança para compras, um passo-a-passo de como utilizar o produto, etc.

Método 7×7

7 segundos. Este é o tempo, em média, que atualmente os usuários levam para decidir se o site vale a pena ou não. São 7 segundos fundamentais para que você mostre a que veio. E os usuários são implacáveis quando não gostam do que veem. 

Então, lembre-se: se em 7 segundos você não for capaz de convencer teus visitantes de que eles chegaram a um lugar adequado, com as soluções que eles precisam, esquece. Eles irão embora. Quem sabe, no futuro, eles possam voltar, em nova busca, novo clique. 

O Método 7x7 serve para fazer 7 verificações, com a finalidade de garantir que os 7 segundos não sejam desperdiçados. 

1. Impacto visual

Fique a 1 metros do seu notebook ou tela de computador a cada 10 polegadas. Por exemplo: se seu note é de 14 polegadas, fique a 1 metro, caso tenha uma tela de 29 polegadas, fique a 3 metros. 

O que você vê em destaque?

Se os elementos que mais se destacam são o título, o call to action e a imagem do produto, então, seu design está ok. Certifique-se de que estes 3 elementos são legíveis a esta distância, isto faz com que o impacto visual da sua landing page seja maior. 

Você identifica rapidamente, a primeira vista, o botão de call to action? Sem pensar? Sem buscar? Consegue ler claramente os benefícios do seu produto/serviço? Se você já conhece de memória a landing page criada, então peça a outra pessoa que veja sua landing page e diga se em 7 segundos ela identifica valor e o botão de call to action. 

Dicas: fundos escuros prejudicam e cansam a visão. Opte por fundos claros, letras médias escuras, título e call to action em destaque, mas sem cores abusivas como verde-limão, e letras legíveis, nada de muitas firulas aqui.

2. Otimização do call to action

O botão de call to action é o rei da landing page. Então, pense em um design que o coloque em evidência.

Os espaçoes vazios ao redor do botão de call to action, as margens e as cores guardam o segredo de uma boa disposição visual de elementos na landing page. Então, tenha uma landing page clean, limpa, suave para quem vê, não repleta de informações amontoadas.

3. Revise seu título

Copie seu título para uma página em branco. Leia atentamente. Ele está claro? Não gera dúvidas? Não tem duplo sentido? Ele reflete exatamente o que você tem na landing page? A mensagem está clara para seu consumidor, se coloque no lugar dele.

Além disso, veja se as palavras-chave estão no título. Se for necessário, escreva um subtítulo, mas não longo. 

Transmita de forma clara, objetiva e sedutora sua oferta, produto/serviço. Seja criativo. 

Um bom título é a essência de toda landing page. 

4. Tempo de carregamento

Uma landing page precisa abrir rapidamente no navegador do potencial consumidor, caso contrário, ele irá fechar. Então, apague o histórico de navegação (os caches) e acesse sua landing page como se fosse seu cliente, a partir de uma pesquisa. Veja o tempo gasto para chegar até o produto/serviço que você (como seu cliente) quer. Este é o tempo de "experiência do usuário" e quanto mais rápido, menos consumidores impacientes você terá.

5. Enumere os benefícios

Para realizar uma ação, seu cliente quer saber o que irá ganhar com isto. Óbvio. Então, por que existem tantas landing pages que omitem informação? 

O problema está em confundir “características” e “benefícios”. O cliente que chegou até sua landing page, em geral, já sabe como aquele produto irá resolver seus problemas. Talvez ele precise de mais informações, mas isto pode estar na "Rede de opções" da sua landing page. O que seu potencial consumidor quer saber rapidamente são os benefícios que o produto/serviço vai agregar na vida dele. A exposição clara destas informações fazem diferença no sucesso de uma landing page.

Então, pense nos benefícios do ponto de vista do seu cliente e cite-os brevemente. 

Dica prática: se para descrever um benefício você precisa abusar dos adjetivos, cuidado! Isto pode não ser um benefício real.

6. Redução de distrações

Uma landing page deve ser clara e direta, sem distrações ao usuário (potencial cliente). Ele precisa chegar na landing page, encontrar as informações necessárias rapidamente e objetivamente e estar motivado a realizar a ação. Para isto, sua landing page precisa ter apenas uma opção de call to action.

Um exemplo: se você vende pacotes para Ilha Encantada, sua landing page deve ter um único botão "Reserve agora”. Não coloque outro botão “Saiba mais sobre este destino".

Lembre-se: o objetivo de uma landing page é a conversão. Qualquer outros elementos que não vise a conversão é prejudicial a ela.

7. Retire os excessos 

Pronto! Sua landing page esta criada. Agora é preciso revisar tudo. Estão claras todas as informações? É preciso escrever a mesma coisa com menos texto? É possível deixar claro determinado benefício?

Pense que em uma landing page vale também a diretriz de "menos é mais". Assim, você descobriu que o segredo de uma landing page atrativa é a síntese! 

- - - -
Pronto! Se sua landing page cumpre os 7 critérios de compravação, então, ela está pronta para em 7 segundos ajudar na conversão de suas vendas, captação de leads e outra ação desejada. 

No próximo post vou mostrar 10 landing pages incríveis, atrativas e que convertem. Fique ligado.

CONTATO

Fale com nossos Consultores
R. José Bernardino Bormann, 1492
Batel - Curitiba, PR

GRUPO CRONOMIDIA

Cronomidia Conteúdo e Cia Cronochat